A Associação Profissão Jornalista vem a público para esclarecer alguns importantes pontos em relação ao episódio que envolve um de seus associados. Em primeiro lugar reforçar que está é uma organização formada por jornalistas que trabalham pelo fortalecimento da liberdade de imprensa, de opinião e em prol da democracia no Brasil.


A APJor lamenta profundamente o atentado sofrido pelo candidato Jair Bolsonaro, e deseja pronto restabelecimento para que possa retomar suas atividades de campanha.


Nossa entidade também se solidariza com o associado Fábio DUrso, que vem sendo acusado em nossas redes sociais de ter, de alguma forma, participado do ataque a Jair Bolsonaro. Essa informação é um Fake News criado para atacar a opinião pessoal desse associado.


Fábio DUrso não é associado da entidade e, portanto, não ocupa cargo na direção da Associação Profissão Jornalista. Esse fato em nada influencia na nossa posição em esclarecer sobre essa acusação absurda e injusta que ocorreu com o colega.


Nossa entidade reforça a importância do diálogo e da tolerância nesse momento de acirramento dos ânimos políticos no Brasil.


Dal Marcondes
Diretor vice-presidente da Associação Profissão Jornalista

(OBS: nota atualizada em 17.9.2018)

0
0
0
s2smodern