A Associação Profissão Jornalista – APJor soma seus protestos aos da Federação Nacional dos Jornalistas e da Associação Brasileira de Imprensa em relação às restrições e ao confinamento injustificáveis impostos aos(às) jornalistas na cobertura da posse do governo Bolsonaro.

Tais tentativas de intimidação atrapalharam, mas não impediram e não impedirão que os(as) jornalistas brasileiros(as) façam o seu trabalho de cobertura dos acontecimentos.

A APJor estará sempre junto com os profissionais do jornalismo e os demais comunicadores brasileiros, na defesa da liberdade de expressão e do direito ao trabalho dos(as) jornalistas.

São direitos básicos garantidos em nossa Constituição, assim como o direito à informação.

Só com um jornalismo ético e plural, e com a observância do que prescreve o Artigo 19 da Declaração Universal dos Direitos Humanos, o Brasil terá um futuro em que a democracia será o chão comum, em um país sem exclusões, sem discriminação, em que o respeito mútuo será a prática geral.

 

São Paulo, 3 de janeiro de 2019,

Associação Profissão Jornalista".

 

FOTO: Amanda Audi + EBC

0
0
0
s2smodern