×

Erro

[OSYouTube] Alledia framework not found

Às Autoridades de Maricá e do Estado do Rio de Janeiro.

Ao Ministério da Justiça e às autoridades Federais

Aos familiares, colegas de trabalho e amigos de Robson Giorno

Aos jornalistas brasileiros.

Infelizmente foi cometido há poucos dias novo assassinato de um jornalista no nosso país. Segundo alerta publicado pela organização Artigo 19, no último dia 25 de maio foi assassinado Robson Giorno, 45 anos, jornalista, empresário e advogado.

O profissional foi emboscado e morto a tiros quando chegava em casa, em Maricá (RJ). Era dono do jornal impresso e portal online “O Maricá”. Desde então, a página do Jornal O Maricá na internet não é mais alimentada.

A Associação Profissão Jornalista dirige-se, em primeiro lugar, aos familiares, colegas de trabalho e amigos de Robson Giorno: lutou a boa luta pelo que é correto. Nós, jornalistas profissionais, reservamos um local em nossa memória a Robson Giorno.

Em segundo lugar dirige-se às autoridades responsáveis pela investigação do ocorrido. Exigimos uma apuração rápida. Que sejam encontrados os executores e mandantes, para que sejam julgados e recebam o peso do que a lei determina nos casos de assassinatos.

Segundo levantamento da ARTIGO 19, quatro comunicadores foram assassinados e outros quatro sofreram tentativas de assassinato somente no ano passado.

Dada esta situação, a APJor dirige-se também aos próprios jornalistas brasileiros e a suas organizações. Precisamos nos unir para apoiar os colegas que trabalham diretamente na linha de frente das denúncias contra todo tipo de desmando e impedir que atentados e assassinatos contra jornalistas e comunicadores continuem ocorrendo em nosso país.

Concluímos esta Nota Pública com uma pergunta:

Até quando ameaças e assassinatos a jornalistas e comunicadores continuarão impunes?

Chega de ameaças!

Chega de perseguições na internet!

Chega de assassinatos!

Chega de impunidade!  

Associação Profissão Jornalista,

São Paulo, 3 de junho de 2019.

0
0
0
s2smodern