Nós, jornalistas da Associação Profissão Jornalista - APJor, viemos a público manifestar nossa defesa do Jornalismo como um bem da democracia no Brasil, simbolizada neste momento pelo trabalho realizado por Glenn Greenwald e sua equipe. Para os que atacam a pessoa do jornalista deixamos claro que estão atacando também a nós e ao jornalismo como um todo.

 

Quem é Glenn Greenwald

 

Quando o site The Intercept começou a divulgar o vazamento da troca de mensagens entre o ex-juiz e atual Ministro da Justiça Sérgio Moro e os procuradores que investigam e acusam nos processos da Lava Jato, começou uma campanha para desacreditar o jornalista Glenn Greenwald, responsável pela publicação.

 

Em um primeiro momento, parecia que os apoiadores do ministro Sérgio Moro iriam conseguir manter o caso como “The Intercept x Lava Jato”, mas parte da grande imprensa acordou para a notícia batendo às suas portas. Folha de S. Paulo e Veja se alinharam ao lado do que ficou conhecido como “Vaza Jato”.

 

Esse alinhamento fez mudar a tática dos partidários de Moro. Era preciso desconstruir o jornalista que estava por trás da notícia. Adotaram a tática ‘se não gosta da mensagem, mate o mensageiro’. Mas há uma questão que não pode ser deixada como menor nesse caso: quem é Glenn Greenwald?

 

O jornalista Glenn Greenwald não é um novato em reportagens investigativas, esteve junto a Edward Snowden na divulgação dos vazamentos da NSA (National Security Agency - EUA), quando milhares de memorandos e e-mails do serviço secreto norte-americano foram levados a público relatando espionagem industrial e política ao redor do mundo. No Brasil ficaram registrados os casos de espionagem à Petrobras – quando o Pré-Sal ganhou musculatura – e da ex-presidente Dilma Roussef.

 

Glenn Greenwald já recebeu o Prêmio Pulitzer, a maior honraria que um jornalista pode receber no mundo, por seu trabalho investigativo sobre esse caso, publicado pelo jornal britânico The Guardian. Só isso já seria suficiente para avalizar o trabalho desse profissional.

 

Mas ele também recebeu um Oscar da Academia de Cinema de Hollywood. Em 25 de fevereiro de 2015 Glenn Greenwald subiu ao palco do Teatro Dolby, em Los Angeles, para receber o Oscar por Citizenfour, documentário dirigido por Laura Poitras que trata do escândalo da espionagem revelado por Greenwald.

 

Glenn é um dos profissionais mais respeitados do jornalismo mundial. Está acostumado a receber ameaças e intimidações. Não apenas pela atuação profissional como jornalista, mas também por ter uma posição transparente em relação à sua sexualidade. Ele é casado com o deputado federal brasileiro Davi Miranda, com quem tem dois filhos adotivos, nascidos no Brasil.

 

Objetivo da APJor

 

O objetivo da Associação Profissão Jornalista – APJor aqui é mostrar que qualquer que seja a origem da captura das mensagens trocadas pelas autoridades da Lava Jato, é papel do jornalista expô-las ao público. E foi isso o que Glenn Greenwald fez, escudado no preceito constitucional do direito de um jornalista guardar sigilo sobre sua fonte.

 

Mais importante do que quem as rackeou ou como chegaram ao jornalista, a pergunta que deveria estar sendo feita pela sociedade brasileira é: o que vamos fazer com as gravíssimas revelações que o jornalismo do The Intercept nos entregou?

 

A Associação Profissão Jornalista - APJor parabeniza o trabalho do jornalista Glenn Greenwald e do site The Intercept. Trata-se, na verdade, de uma oportunidade de o Jornalismo poder mostrar à sociedade a relevância do seu papel nas sociedades democráticas e civilizadas e, neste momento difícil, à sociedade brasileira.

 

São Paulo, 30 de julho de 2019

 

Fred Ghedini – Presidente

Caru Schwingel – Vice-presidente

Mara Ribeiro - Diretora

Dal Marcondes – conselheiro

Pedro Nastri – conselheiro

Everaldo Gouveia - conselheiro

E os(as) associados(as):

Adriana do Amaral

Ana Vasconcelos

Magali Cabral

Antônio Graça

Cibele Buoro

Elaine de Souza

Ana Aragão

Franklin Valverde

Fernando Salles

Katherine Rivas

Erothildes Medeiros

Fábio Soares

Verônica Goyzueta

Juliana Teixeira

Moacir Assunção

Bernadete Toneto

0
0
0
s2smodern